Veículo
Jornal O Garibaldense

Publicação
17/05/19

Como todos já sabemos, a pandemia que enfrentamos vem trazendo sérias consequências para diversas áreas do nosso cotidiano, principalmente saúde e economia, além de mudanças aos nossos hábitos. “Fique em casa; evite aglomerações; use máscara e álcool gel; mantenha a higiene e a etiqueta respiratória”. As consequências da CoVid-19 são enormes, mas nem todas são ruins. Hoje quero falar de boas notícias:

– Comunidade solidária: Garibaldi é exemplo de como o poder público e privado podem trabalhar para engrandecer a sociedade. Uma campanha iniciada por aplicativo arrecadou valores expressivos que possibilitaram equipar um setor do nosso Hospital que era almejado há muitos anos;

– Os mercados estão fazendo vendas online, através de aplicativos próprios ou pelo whatsapp, oportunizando ao consumidor comparar preços entre eles, escolher melhor horário para entrega, e fazer compras no horário que quiser;

– Os produtores rurais atentos perceberam que a feira tradicional pode não ser mais tão atraente. Participam da feira online promovida pela EMATER ou montam cestas com produtos orgânicos e entregam no conforto da sua residência;

– O comércio realiza vendas online, através de plataformas de e-commerce, e com várias possibilidades de pagamento. O cliente escolhe o produto a qualquer hora e, sendo loja da cidade, há a vantagem da entrega imediata do produto;

– O Hospital equipou-se para atender os pacientes da melhor forma possível, com uma estrutura que vai ficar para a cidade, com uma equipe muito capacitada que também entendeu a importância da comunicação direta entre médicos e pacientes;

– A Igreja tem promovido missas com transmissão online o que facilita o acesso de diversas gerações, atendendo pessoas que, mesmo sem a pandemia, não poderiam ir à missa em razão da idade ou de outras doenças;

– A Medicina teve autorizada a telemedicina, o que facilita o acesso à saúde, pelo menos para as especialidades em que não há necessidade de contato entre médico e paciente, com a possibilidade de envio de receitas médicas por e-mail;

– O Judiciário autorizou a transformação de grande parte de processos físicos em eletrônicos, para maior agilidade, e as audiências poderão ser realizadas pela internet, assim como as consultas com advogados, economizando o tempo das pessoas.

Enfim, por uma situação inesperada e preocupante, fomos obrigados a avançar, a buscar novas soluções que não devem desaparecer após vencida a pandemia. É necessário olhar o copo meio cheio.

Agora é tempo de CRIAR e INOVAR.

Últimos posts por Thiago Hartmann Burmeister (exibir todos)